Navegar pelo Rio Araguaia

Em um dos dias que estávamos em Barra do Garças, aproveitamos o barco do Rogério para navegar pelo Rio Araguaia.

Navegar pelo Rio Araguaia
Como foi Navegar pelo Rio Araguaia

Neste dia parecia que não estávamos com tanta sorte, o tempo amanheceu chuvoso. Passamos a manhã na casa que estávamos (relembra nossa chegada) até meu amigo conseguir falar com o irmão dele que garantiu que o sol surgiria no período da tarde. Ficamos um pouco na piscina e fomos para casa do Rogério.

>> you also can read this post in English

O tempo ainda estava um pouco fechado, mas já dava sinal de melhoras. Na casa dele fomos recebidos com pequi em conserva. Pequi é uma fruta que lembra manga na cor externa e na textura interna, porém menor e bem mais forte, chegando a ser até um pouco salgada. Comi um monte, adoro conhecer coisas novas assim. (Saiba mais sobre Pequi)

Enquanto esperávamos o tempo abrir de vez, tiramos fotos com arco e flecha que o Rogério trouxe da comunidade indígena onde dá aula. Não tinha falado disso ainda, mas ele é professor em uma comunidade indígena no alto do Xingu. Ele gasta 8 horas navegando e passa 30 dias longe da família: esposa e dois filhos. Nesta comunidade só tem energia elétrica duas vezes por dia por apenas duas horas. Os índios o idolatram por estar levando conhecimento em um lugar tão inóspito.

Com o tempo melhorando o pessoal começou a organizar o barco do Rogério, um barco pequeno, cabem 8 pessoas. Fizemos todo o processo, enchemos o tanque do barquinho e descemos no Rio Araguaia.

Ele levou parte das pessoas depois veio nos buscar. Neste dia levei minha máquina nova, como gosto de tirar fotos, foi um bom momento para estrear a máquina na viagem. O pessoal é que sofreu com os meus disparos que não paravam.rs

Atrás do barco estava amarrado uma boia de dois lugares no estilo banana boat. Foi muito bom nadar e brincar com essa boia no Rio Araguaia. Foi uma experiência que nunca imaginei viver.

Veja toda a viagem para Barra do Garças.

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta