Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará
Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará

Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará

Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará é um dos principais pontos para conhecer na cidade

O Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará é conhecido com várias nomes diferentes, pode ser Mercado Municipal Bolonha de Peixe, Mercado de Ferro ou apenas Ver-o-Peso.

Área de Alimentação
Área de Alimentação

Como todas as cidades grandes que passei no Brasil, o mercado municipal costuma ser um ponto turístico muito forte por conta da história que carrega e por oferecer os principais ingredientes e pratos regionais da cidade ou estado em um único lugar.

É assim também no Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará.

>> La pertinho tem o Mangal das Garças, já leu sobre? Então leia aqui

>> Leia também: os 6 pratos imperdíveis da culinária paraense!

Por que eu queria tanto conhecer o mercado

Por minha forte ligação com gastronomia regional, conheça o meu projeto, era o principal ponto turístico que queria conhecer em Belém do Pará.

Além de ter vários produtos do Pará, muitos deles da Amazônia como o jambu, vários tipos de farinhas, tacacá e etc, também tem um espaço com peixes frescos e uma outra área com quiosques de comidas prontas para comer. 

Quiosque que vende poupa de Açaí com Peixe Frito
Quiosque que vende poupa de Açaí com Peixe Frito

Entre várias coisas, no Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará eu queria conhecer a polpa de açaí que é vendida fresca, o comerciante só passa em uma máquina para extrair a polpa, joga em um balde com gelo, depois coloca em uma cumbuca e serve com peixe frito ou camarão seco.

>> Lá você também encontra o Tacacá, saiba o que é

A farinha de tapioca ou farinha d’água fica a vontade no balcão para colocar na cumbuca. Gostei muito. 

Minhas impressões deste famoso mercado municipal

O mercado é bem grande, acho que não me situei direito até hoje. 

Diferente de outros mercados municipais importantes de algumas cidades que passei, lá é o centro comercial de alimentos de verdade de Belém, não é apenas o ponto turístico. 

Então é bem movimentado, com muito mais pessoas da região até mesmo do que turistas. 

Parte dos Secos: Farinhas e Temperos
Parte dos Secos: Farinhas e Temperos

Entrei pelo Ver-o-Peso, que é bem organizado como se fossem setores, de um lado camarões e outros peixes secos, no meio vários tipos de farinha, do outro lado tinha coisas como tacacá, cachaça de jambu e outros engarrafados. 

Ao atravessar o mercado sai na parte de frutas, que era um espaço mais aberto. Do lado esquerdo tinha os quiosques de peixe frescos e carnes. 

Saindo dos alimentos frescos tinha uma parte que vendia vários tipos de óleos de hidratação em potinhos coloridos e brindes locais. 

E do lado direito perto de uma escada na beira da Baía do Guajará estavam os quiosques de pratos para comer no local. 

O mercado é grande e acho que faltou coisa para conhecer por lá.

>> Pertinho do mercado está a Estação da Docas – saiba mais

Horário de funcionamento do Ver-o-Peso

Chachaça de Jambu no Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará
Chachaça de Jambu no Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará

Para o público fica aberto entre as 7:00 e 15:00 nos dias de semana

E das 7:00 às 19:00 aos sábados. 

História do Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará

Foi inaugurado em 1625, eu ainda não era nem nascido nessa época. 

Por ser um dos mercados mais antigos é considerado uma das 7 maravilhas do Brasil – conheça as outras

O movimento começa as 3h30 com os pescadores descarregando suas mercadorias – peixes frescos: traíras, tucunarés, pescadas, dourados, pirarucus e etc. 

Área das Frutas
Área das Frutas

Seu complexo conta com o Mercado de Ferro, Docas das Embarcações, Pedra do Peixe e Feira Livre, por conta de tudo isso é considerado a maior feira ao ar livre da América Latina.

De onde surgiu o nome Ver-o-Peso

Por sua localização estratégica, este ponto recebia mercadorias e os produtos extraídos da amazônia, recebia a carne barata da Ilha do Marajó, e produtos de toda a região. 

Ali também paravam muitas embarcações vindas da Europa que traziam e levavam mercadorias. 

Produtos naturais para uso pessoal
Produtos naturais para uso pessoal

Então os portugueses resolveram instalar o posto fiscal Casa de Haver o Peso para controlar peso e arrecadar impostos nas região. 

>> Conhece a Ilha do Marajó? Veja como foi minha experiência por lá

Depois disso ainda aconteceu muita coisa – veja a história completa – mas o Mercado Ver-o-Peso de Belém do Pará, com a arquitetura inglesa que conhecemos hoje, foi inaugurado em 1901, um pouco depois de grandes mudanças urbanística vindas com o Ciclo da Borracha, quando a região voltou a ter muita importância principalmente para o cenário internacional. 

Patrimônio Histórico

Em 1977 o IPHAN tombou o complexo arquitetônico e paisagístico do Ver-o-Peso, uma área de 35 mil metros quadrados.    

Mercado das Carnes
Mercado das Carnes

Curiosidade sobre Belém do Pará

Enquanto almoçava no Mercado Ver-o-Peso em Belém do Pará o dia que estava lindo, o tempo começou a fechar de repente.

>> Leia também: o que é Tucupi

E então caiu uma tempestade de verão, forte e rápida, não deu tempo nem de esfriar o solo que fazia água evaporar tornando o mercado quase que uma sauna a vapor. 

Segunda a dona do hostel que fiquei existem duas estações do ano em Belém: a que chove o dia todo e a que chove todo o dia, eu estava na segunda estação.

>> Veja mais sobre o Pará

Vai para Belém do Pará, visite o mercado Ver-o-Peso e depois em fale o que achou. 

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta