Maringá de Minas Gerais
Miranga de Minas

Maringá de Minas Gerais

O que fazer em Maringá de Minas e como foi minha experiência

Maringá de Minas fica no Sul de Minas Gerais, na divisa entre este estado e o Rio de Janeiro. Nesta publicação falo da minha experiencia e o que comer em Maringá de Minas, confira!

ponte-do-rio-preto
Tipo Criança

Tipo criança mesmo, mas nesta cidade minha maior diversão foi ficar atravessando a ponte, hora estava em Maringá da Bocaina de Minas, hora em Maringá de Visconde de Mauá (Itatiaia) no Rio de Janeiro. 

uma vista da rua gastronômica da cidade
Rua da Gastronomia
em Maringá de Minas

Peguei uma frente fria em Maringá de Minas

Juntando a frente fria que chegou, a temperatura bem baixa. Então não tive coragem de ir até as cachoeiras.

>> Por ali também vale a pena conhecer Conceição do Ibitipoca, veja como foi.

Além do frio, uma chuva fraca incomodava e as estradas para as cachoeiras são de terra, como eu já tinha tomado um tombo na lamaceira no dia anterior, preferi ficar na minha e tirar um dia para descanso.

rio-preto-maringa-de-minas-e-do-rio
O Rio Preto que divide as cidades

A cidade surpreendeu por sua gastronomia, por isso reforço o que comer em Maringá de Minas.

Não tinha os preços acessíveis da maioria dos outros lugares que passei por Minas pois é uma região muito turística.

>> Veja outras experiências

>> Quer dicas de viagens? Confira

O que comer em Maringá de Minas – a Gastronomia surpreendeu

Cerveja de Cogumelos Maringa de Minas
Cerveja de Cogumelos

Comecei com um ótimo risoto mineiro (mexidão) do Uai,Tche no primeiro almoço em Maringá de Minas.

Restaurante de Cogumelos

Neste almoço comi mais do que deveria então a noite, ainda sem fome, fui experimentar a Cerveja de Cogumelos que tinha visto a placa ao sair do almoço.

O lugar chama Cogumelo Bistrô e como o nome diz, essa é a especialidade da casa.

A cerveja estava muito boa mas para evitar a ressaca no dia seguinte pedi um caldo de Baroa com Alho Poró e Cogumelos que estava maravilhoso. 

cross-moto-maringa-do-rio
Arrumando a motoca

No dia seguinte tomei um belo café da manhã, esse foi o primeiro lugar que fiquei que tinha essa opção na viagem toda.

>> 9 cidades imperdíveis para conhecer em Minas Gerais

Mais restaurantes regionais

Depois fui dar uma volta pela cidade e arrumar a moto do tombo do dia anterior.

Aí então vi as estradas enlamaçadas e não tive coragem de ir para as cachoeiras, o frio e a chuva me encorajaram ainda mais a não ter coragem de aproveitar a natureza. 

file-tilapia-nhoque-mauro-jr-restaurante-maringa-de-minas
Tilápia com Nhoc do Mauro Jr Restaurante

O almoço foi uma tilápia com nhoque no Chef Mauro & Júnior Restaurante que estava bem gostosa e finalizei o dia jantando no restaurante que fica dentro do Hotel da Inês onde estava hospedado.

Esse restaurante é da Marcela, filha do Marcelo que é quem cuida do hotel.

Um dos melhores sushis que já comi – o que comer em Maringá de Minas

Talvez por um pouco de prepotência paulistana, o Yamazaki Sushi surpreendeu por seu capricho em todos os pratos do menu degustação e pelos peixes bem frescos e saborosos, não é atoa que estão bem posicionados lista do TripAdvisor.

Vale a pena conhecer se for para lá.  

>> Confira minha experiencia em Cape Town, Africa do Sul

>> Siga o Canal no Youtube para mais novidades

Ver essa foto no Instagram

Maringá de Minas Sul de Minas Gerais, na divisa entre este estado e o Rio de Janeiro. Tipo criança mesmo, mas nesta cidade minha maior diversão foi ficar atravessando a ponte, hora estava em Maringá da Bocaina de Minas, hora em Maringá de Visconde de Mauá (Itatiaia) no Rio de Janeiro. Outra cidade da serra. Juntando a frente fria que chegou, a temperatura estava bem baixa. Então não tive coragem de ir até as cachoeiras. Além do frio, uma chuva fraca incomodava e as estradas para as cachoeiras são de terra, como eu já tinha tomado um tombo na #lamaceira no dia anterior, preferi ficar na minha e tirar um dia para descanso. A cidade surpreendeu por sua gastronomia. Não tinha os preços acessíveis da maioria dos outros lugares que passei por #Minas pois é uma região muito turística. Comecei com um ótimo risoto mineiro (mexidão) do Uai,Tche no primeiro almoço. Comi mais do que deveria então a noite, ainda sem fome, fui experimentar a #CervejadeCogumelos que tinha visto a placa ao sair do almoço. O lugar chama @cogumelobistro e como o nome diz, essa é a especialidade da casa. A cerveja estava muito boa, mas para evitar a ressaca no dia seguinte pedi um caldo de Baroa com Alho Poró e Cogumelos que estava maravilhoso. No dia seguinte tomei um belo café da manhã no @hoteldaines, esse foi o primeiro lugar que fiquei que tinha essa opção na viagem toda. Depois fui dar uma volta pela cidade e arrumar a moto do tombo do dia anterior, foi aí que vi as estradas enlamalamaçadas e não tive coragem de ir para as cachoeiras, o frio e a chuva me encorajaram ainda mais a não ter coragem de aproveitar a natureza. O almoço foi uma #tilápia com nhoque no @maurojrrestaurante e finalizei o dia jantando no restaurante que fica dentro do hotel onde estava hospedado. Esse restaurante é da Marcela, filha do Marcelo que é quem cuida do hotel. Talvez por um pouco de prepotência paulistana, o @sushiyamazaki surpreendeu por seu capricho em todos os pratos do menu degustação e pelos peixes bem frescos e saborosos, não é atoa que estão no topo da lista do #TripAdvisor. Vale a pena conhecer se for para lá. . #minasgerais #mg #maringa #maringamg #viscondedemaua #bocainademinas

Uma publicação compartilhada por Schmi em O Mundo em Lanches (@omundoemlanches) em

Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches
Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches

Sou Rodrigo Schmiegelow (Schmi), publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América (acompanhe no Instagram) para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. 

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta