Mangal das Garças em Belém do Pará
Mangal das Garças em Belém do Pará

Mangal das Garças em Belém do Pará

Mangal das Garças em Belém do Pará é um oásis amazônico em meio a zona urbana da capital paraense

O Mangal das Garças é um dos pontos imperdíveis para conhecer em Belém do Pará quando visitar a cidade a turismo. 

Passei por lá em minha viagem a essa surpreendente cidade, rica em cultura e gastronomia. 

Garças
Garças

Informação rápida – o que é um Mangal?

É o mesmo que manguezal, ou seja, terrenos em que crescem mangues e mangues, por sua vez, são árvores de longas raízes que se desenvolve nas regiões pantanosas, no litoral ou à margem dos rios, em climas quentes.

O que é Mangal das Garças

É um parque naturalístico criado em 2005 pelo governo do Pará e administrado pela Organização Social Pará 2000, uma associação privada sem fins lucrativos. 

O Mangal das Garças foi criado em uma área alagada de 40 mil m² às margens do Rio Guamá com a ideia de mostrar as diferentes macrorregiões do Pará com suas respectivas faunas: as matas de várzea, as matas de terra firme e os campos. 

>> Leia mais dicas imperdíveis sobre Belém do Pará – confira aqui

>> Aproveite para conhecer a Estação da Docas, lá pertinho

>> Ou a Paria do Amor, um pouco mais longe

O que você vai encontrar no Mangal 

Lago Cavername

Além das aves pernaltas, quelônios e marrecas que convivem no lago, você vai poder apreciar uma escultura em madeira do artista Geraldo Teixeira.

Lago da Ponta

As mesmas aves também convivem neste lago que conta com lindas vitórias-régias para apreciação, uma das partes mais bonitas do Mangal das Garças. 

Farol de Belém

Um belo farol inscrito nas cartas náuticas brasileiras, o ponto mais alto tem 27 metros de altura com uma bela vista da cidade que é bem plana. 

Farol de Belém no Mangal das Garças
Farol de Belém no Mangal das Garças

Fonte de Caruanas

Junto à uma escultura de bronze da artista Sônia Ebling nasce um riacho que escorre pela fonte artificial que parece uma escada. 

Borboletário

São produzidos mais de 5 mil borboletas adultas mensalmente que são identificadas e registradas. Quando fui este espaço estava em manutenção e não consegui visitar. 

Esta é uma das atrações mais procuradas no Mangal das Garças.

Mirante do Rio

Após uma passarela de 100 metros sob vegetação nativa, você terá acesso ao mirante com vista para o Rio Guamá. 

Mirante do Rio
Mirante do Rio

Viveiro Aningas

São mais de 35 espécies de aves moradoras do local. 

Memorial Amazônico de Navegação

Lá você encontra os três aspectos da evolução dos meios de navegação amazônico: militar, comercial e regional. 

Armazém do tempo

Foi um antigo galpão de ferro usado como oficina mecânica no reparo de embarcações, hoje é um espaço de exposições. Quando fui tinha artesanatos para venda. 

Armazém do tempo
Armazém do tempo

Restaurante Manjar das Garças

Um dos mais famosos e tradicionais da cidade, o buffet do almoço é servido por R$ 65,00 a vontade e o jantar à La Carte.

Quanto custa

A entrada no parque é gratuita, mas para visitar os espaços de visitação monitorada é cobrada uma pequena taxa em cada um deles: Borboletário José Márcio Ayres, Farol de Belém, Viveiro das Aningas, e Memorial Amazônico da Amazônia.

Vista Panorâmica de Belém no Mangal das Garças
Vista Panorâmica de Belém no Mangal das Garças

Horário de visitação do Mangal das Garças

Todos os dias das 09h às 18h.

Exceto segunda-feira, quando tem manutenção do parque.

Mais informações no site oficial.

Conheça o Mangal das Garças

Com certeza vale a visita, é próximo ao centro histórico de Belém do Pará, eu fui a pé saindo do Mercado Ver-o-Peso, minha intenção era passar no forte, mas estava fechado para reforma.

>> Conhece as Ilhas de Belém?

Leais mais experiencias e dicas de viagens!

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta