5 experiências imperdíveis em Belém do Pará
5 experiências imperdíveis em Belém do Pará

5 experiências imperdíveis em Belém do Pará

5 experiências imperdíveis em Belém do Pará, tudo o que se faz em Belém do Pará é uma experiência por ser uma cidade culturalmente rica

Poderia listar lugares e restaurantes para você conhecer na cidade, e na verdade têm isso na publicação, mas mais do que pontos turístico eu listo 5 experiências imperdíveis em Belém do Pará, porque esta cidade é uma imersão cultural e social. 

O que faz de Belém tão rica culturalmente? 

Têm dois motivos fundamentais para isso:

O primeiro é a miscigenação enriquecida com a história 

A história nem sempre é boa, mas faz com que cada lugar seja único. 

Belém foi fundada oficialmente pelos Portugueses em 1616 com a intenção de proteger o Brasil de outras potências econômicas da época como os franceses que fundaram São Luís do Maranhão.

Parte de história da miscigenação do Brasil conhecemos bem com os portugueses trazendo os escravos da áfrica, e em Belém do Pará aproveitaram muito os índios para o trabalho escravo também. 

Para não estender sobre a história da região, que não é minha especialidade, houve um momento crucial para chegada de imigrantes na cidade: o ciclo da borracha que teve seu auge entre 1879 e 1912. 

Época em que os portugueses facilitaram a entrada de estrangeiros, em especial libaneses. 

Leia mais sobre a história no G1

O segundo motivo é por estar situada na Amazônia Oriental.

O que traz características únicas como ser a capital mais chuvosa do Brasil por estar ao extremo nordeste da maior floresta tropical do mundo. 

O que fazer em Belém do Pará: Mirante do Rio
O que fazer em Belém do Pará: Mirante do Rio

O clima equatorial influenciado pela floresta faz da cidade quente e úmida, quando estive lá a dona do hostel que fiquei hospedado brincou que existem duas estações do ano em Belém do Pará:

  • A que chove todo dia – a que eu estava com chuvas rápidas e fortes todas as tardes.
  • E a que chove o dia todo.

Com a geografia e essa chuva toda a cidade é cercada de rios e baías.

E essas duas características fazem Belém do Pará ser o que é: rica culturalmente e, segundo alguns blogs que li, exótica. 

A mistura de raças, de povos e de diferentes etnias influenciou a cultura em vários sentidos:

  • Arquitetura

Por ser uma cidade histórica, ainda possui casarões e igrejas que preservam o período colonial.

O período da borracha com a imigração de famílias europeias que caracterizam a arquitetura regional sendo conhecida nesta época como Paris n’America. 

  • Arte

Com gêneros musicais únicos muito influenciados pelos ritmos caribenhos e que também acabam refletindo na dança. 

E o que mais gosto:

  • Gastronomia

Os ingredientes da amazônia misturados com técnicas de preparo indígenas, africanos e europeus fazem da comida típica do Pará rica e única.

Culinária Paraense, os 6 pratos típicos imperdíveis do Pará
Culinária Paraense, os 6 pratos típicos imperdíveis do Pará

É uma explosão de sabores em cada prato e ingrediente que você encontra por lá. 

Caramba, me tornei o que mais temia: o blogueiro que discorre textão antes de entrar no tema principal da publicação:

5 experiências imperdíveis em Belém do Pará

Mais um pouco de texto antes de entrar nas 5 experiências imperdíveis em Belém do Pará.

Mas dessa vez só para explicar que esta introdução foi importante para ficar mais claro tudo o que vem pela frente. 

E que por toda essa história e riqueza cultural, tudo o que se faz em Belém do Pará é uma experiência única e inesquecível

Tá bom, vamos para as experiências:

1. Os principais pontos turísticos – o que fazer em Belém do Pará? 

Quem está acostumado a viajar se surpreende sim com alguns dos pontos turísticos das cidades que conhece, mas em Belém do Pará é diferente. 

Começando com o Mercado Ver-o-Peso

Já passei por muitas cidades em que o mercado municipal é considerado um dos principais pontos turístico e ao chegar lá encontrei apenas alguns ingredientes locais e em muitas vezes o mercado central era muito mais turístico do que local mesmo – isso é, de uso diário da população (é o caso de São Paulo com o lanche de mortadela que comentei aqui).

O Mercado Ver-o-Peso faz parte do dia a dia do cidadão belenense. 

O que fazer em Belém do Pará: Mercado Ver-o-Peso
O que fazer em Belém do Pará: Mercado Ver-o-Peso

É um lugar agitado, com muita gente entrando, saindo, gritando e mesmo assim tem uma certa organização com a divisão das áreas:

  • grãos, ingredientes secos e preparados logo no galpão da entrada principal;
  • seguido pelos ingredientes frescos como frutas e verduras;
  • essa área por sua vez separa os peixes do lado esquerdo
  • da área de alimentação do lado direito que têm vista para a Baía do Guajará.

Escrevi mais sobre o Mercado Ver-o-Peso nesta publicação, pode clicar que ela vai abrir em outra aba e para você continuar lendo este texto aqui.

Estação das Docas, uma das experiências incríveis de Belém do Pará

Foi o primeiro lugar que conheci na cidade, lógico, depois do aeroporto. 

A Estação das Docas era parte do Porto de Belém, foi reformado e revitalizado para se tornar complexo turístico e cultural a partir de 2000. 

uma-das-experiencias incríveis em Belém do Para: Anoitecer na Estação das Docas
uma-das-experiencias incríveis em Belém do Para: Anoitecer na Estação das Docas

Por lá se encontra restaurantes, lojas de artesanatos, lojas em geral e a cervejaria Amazon Beer que faz cerveja com ingredientes da amazônia. 

É uma grande e bela galeria muito charmosa com os guinchos de porto amarelos elevando a identidade única do lugar – saiba mais sobre a Estação das Docas aqui. 

Mangal das Garças, um dos principais pontos para quem procura o que fazer em Belém do Pará

Não sou o maior fã de visitar parques e praças nas cidades que vou conhecer, mas o Mangal das Garças é totalmente diferente por ser um parque ecológico resultado da revitalização de uma área de 40.000 m² no centro histórico de Belém do Pará. 

É uma pedaço do ambiente amazônico no meio da cidade e por isso entra como um dos destaques das 5 experiências imperdíveis em Belém do Pará. 

Mangal das Garças em Belém do Pará
Mangal das Garças em Belém do Pará

Essa cidade charmosa têm muito mais lugares para conhecer, mas, dos que consegui visitar, com certeza estes são os que retratam melhor a cultura e identidade única da região. 

Então vou seguir para o próximo tópico:

2. A segunda das experiências imperdíveis em Belém do Pará: Conhecer as praia de rio

Eu já tinha tido experiência de praias de Rio quando fui para Barra do Garças, no Mato Grossos e entrei no Rio Araguaia, mas como sou de São Paulo com o Rio Tietê, Pinheiros e Tamanduateí como referências isso foi novidade para mim. 

Belém é quase uma ilha com tanta água que têm em volta, de rios, baías e do mar, então ir para lá e não entrar em uma praia de rio é o mesmo que não ir. 

Por lá fui na Praia do Amor, que só o caminho que fiz de ônibus até essa praia já foi uma experiência por si só, com a mudança da paisagem que comentei com mais detalhes nesta publicação

Praia do Amor, Água Boa
Praia do Amor, Água Boa, Belém do Pará

E poder mergulhar em uma praia de rio com areia e até onda, além de quiosques, guardas-sol, cadeira de praia e tudo mais, foi uma experiência mais rica ainda.

3. Ainda aproveitando a água da região, navegar para conhecer as ilhas da capital do Pará

Belém do Pará tem 42 ilhas, para acessar a maioria é só ir em um dos trapiches ou pequenas marinas e pegar um barco pequeno que tem um nome que nunca lembro. 

Ilha de Cotijuba
Ilha de Cotijuba, Ilhas de Belém do Pará

Consegui conhecer a Ilha do Combú e a Ilha de Cotijuba, que têm uma história muito rica e praias de rio também, estava lotada no primeiro dia do ano. 

4. Cultura Músical, umas das experiências imperdíveis em Belém do Pará que mais me encantei

Quando me perguntam o que fazer em Belém do Pará a primeira coisa que respondo é conhecer a cultura musical da capital do Pará. 

Por todos os cantos é possível ouvir os ritmos locais como Carimbó ou Brega. 

Mas ir em uma casa noturna como a Lambateria é uma experiência incrível. 

Lambateria no dia da Guitarrada
Lambateria em Belém do Pará no dia da Guitarrada

Fui em duas noites, na primeira com um dos ritmos locais mais frenéticos: a guitarrada! 

Na outra vez que fui era virada do ano então tocava de tudo: carimbó, guitarrada, mambo e mais e mais. 

O que achei mais legal é que mesmo com a casa cheia, ninguém fica parado, é todo mundo dançando do jeito que consegue e ta tudo bem. 

Também escrevi mais sobre os ritmos paraenses, confira! 

5. Top 1 nas experiencias imperdíveis em Belém do Pará: a culinária paraense 

O meu projeto é O Mundo em Lanches porque minha ideia é viajar para conhecer pessoas e culturas, em especial culinárias regionais. 

Também foi no Mato Grosso que este gosto por culinárias regionais aumentou quando conheci o Pequi e a Gueroba!

Então quando fui para Belém do Pará era tanta coisa nova para experimentar que tinha que ficar um mês na cidade para conseguir provar tudo. 

Culinária Paraense, os 6 pratos típicos imperdíveis do Pará
Culinária Paraense, os 6 pratos típicos imperdíveis do Pará

Nesta publicação falei sobre a culinária paraense com os 6 pratos imperdíveis e alguns dos destaques de ingredientes como o Tucupi, o Jambu, que estão presentes nos peixes, no arroz paraenses, no tacacá e em muitos pratos locais. 

Também me surpreendi com a maniçoba e o açaí com peixe frito, que são totalmente diferentes de tudo o que já comi antes. 

Como falei no começo desta publicação, a riqueza da culinária paraense vêm dos ingredientes da amazônia e das técnicas de preparo aprimoradas em alguns séculos pelos índios, negros e europeus que habitaram a região. 

Se quer saber o que fazer em Belém?
Coma! Comendo vai saber o que é o Pará! 

6. Conhecer a Ilha do Marajó – experiência imperdível bônus

Falei que eram 5 experiência imperdíveis em Belém do Pará porque essa não é bem na cidade, mas peguei o barco saindo de lá. 

Ilha do Marajó, a Ilha dos Búfalos no Pará
Ilha do Marajó, a Ilha dos Búfalos no Pará

A Ilha do Marajó é uma ilha bem peculiar, além das lindas praias de rio com caminhos de mangues, a cidade é famosa por conta dos búfalos, por lá em todos lugar que passa vê búfalos no lugar de bois e cavalos, saiba mais sobre a minha experiência na ilha. 

E ai, agora já sabe o que fazer em Belém do Pará? 

Com certeza foi uma das viagens mais incríveis que fiz porque nada é feito por fazer, tudo é uma experiência e uma imersão regional que vale muito a visita. 

Se já foi me fale o que achou nos comentários! E se vai, me conta o que está esperando 😉

Você também pode gostar de ler alguma dessas publicações: 🙂

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta