requeijão sólido do Mato Grosso
Requeijão Sólido do Mato Grosso

requeijão sólido do Mato Grosso

O requeijão sólido do Mato Grosso foi umas das melhores surpresas gastronômicas do cerrado

E não foi só gastronômica, o dia em que conheci o requeijão sólido do Mato Grosso foi cheio de surpresas.

Começando com a saída de Barra do Garças, onde estava com meus amigos, passando por um parque de águas quentes que só custava R$ 5,00 para entrar.

paredao dos ets parque aguas quentes barra do garcas
Paredão dos ETs no parque Águas Quentes em Barra do Garças

É um parque bem legal, com várias opções de piscinas e toboáguas, chama Parque das Águas Quentes, mesmo o nome não sendo muito criativo, vale muito a pena conhecer. 

Antes do Requeijão Sólido do Mato Grosso, cachoeiras!

Deste parque seguimos para a Cachoeira Cristal.

Cachoeira Cristal entre Barra do Garças e General Carneiro
Cachoeira Cristal entre Barra do Garças e General Carneiro

Depois de uma boa caminhada por um rio com pequenas quedas d’água chegamos na principal atração: uma cachoeira com uns 4 metros, não foi a mais alta mas com certeza uma das mais bonitas que já vi.

A cachoeira desembocava em uma parte do rio que praticamente virava um lago.

Em um dos lados do lago tinha duas pequenas cavernas que falaram para ficar longe porque poderia ter a cobra sucuri, que chega a ter 4 metros.

Calma que o requeijão sólido do Mato Grosso está chegando.

O almoço em General Carneiro

A cachoeira Cristal fica no caminho para General Carneiro, uma cidade de rodovia com 2.000 habitantes onde a mãe do meu amigo tem casa e preparou o almoço para a gente.

Comida simples caseira: além de salada, arroz, feijão e frango, tinha um pouco de carne com Gueroba, o palmito amargo do cerrado que comentei na última publicação.

Enfim o requeijão sólido do Mato Grosso

Falei que tinha sido um dia com muitas experiências.

E ainda não acabou, de lá passamos na casa da tia do meu amigo.

Entramos na casa dela para dar um oi e já na sala tinha vários galões de leite.

panelões com queijo coalhando para fazer o requeijão sólido do Mato Grosso
panelões com queijo coalhando para fazer o requeijão sólido do Mato Grosso

Passamos pela cozinha onde panelas enormes com leite coalhando estavam espalhadas.

Enfim encontramos a tia dele torcendo este leite coalhado para tirar o soro.

Ajudando a preparar a iguaria

Resolvi me juntar ajudando sua amiga a cozinhar a pasta.

Ajudar é uma palavra muito forte, só segurei o panelão com muito esforço.

ajudando a preparar o requeijão solido do cerrado
ajudando a preparar o requeijão solido do cerrado

Depois de um tempo lá, quando saio meus outros amigos estavam todos bravos me esperando cansados pensando na estrada que ainda íamos pegar.

Qual o gosto do requeijão sólido do Mato Grosso?

Depois de tudo isso ainda tive que esperar mais dois dias para chegar a encomenda do queijo que fiz com a tia do meu amigo.

O Requeijão Sólido do Mato Grosso
O Requeijão Sólido do Mato Grosso

Tinha este pequeno período para ficar 100% pronto para comer, uma rápida maturação.

>> Se gosta de culinária brasileira, vai gostar deste livro, clique e saiba mais

O requeijão sólido do Mato Grosso é bem gostoso, suave, tipo um queijo branco mais cremoso.

>> Conheça mais das comidas típicas do Cerrado

Na verdade o que mais me surpreendeu foi ver um requeijão sólido, estava acostumado com os requeijões industrializados cremosos de mercado.

Também falei do Pequi, fruto típico do cerrado, vale a leitura!

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta