O que é Maniçoba, comida típica do Pará
O que é Maniçoba - Comida Típica do Pará

O que é Maniçoba, comida típica do Pará

O que é Maniçoba: um prato surpreendente, típico da gastronomia do Pará do Brasil

Quem vai para o Pará têm que experimentar a Maniçoba, um prato surpreendente do preparo à degustação, esta pronto para saber o que é Maniçoba? 

É um prato famoso por ser a feijoada do Pará, ou feijoada sem feijão, mas para mim essa comparação acaba na primeira garfada.  

Experimentei este prato ao voltar da Ilha de Cotijuba, leia sobre.

>> E na Ilha do Marajó provei a Carne de Búfalo

O que é Maniçoba? 

Dois dos motivos do comparativo com a feijoada é por conta da aparência e porque a Maniçoba usa todos os ingredientes deste outro prato típico do Brasil. 

Vai toucinho, pé, orelha, língua e etc, tudo de porco e tudo salgado, além disso também vai bucho de boi e charque (carne seca).

Até então tudo muito parecido com a feijoada mesmo.

Maniçoba com Camarão Seco
Maniçoba com Camarão Seco – é melhor do que parece nesta foto.

Onde comi a minha lá em Belém tinha dois camarões secos, muito usados lá no Pará (lembra do Tacaca?), mas também não é isso que faz a diferença.  

A grande diferença é que ao invés de feijão preto, vai a maniva, que é a folha de mandioca triturada, mais abaixo eu falo todo o processo que ela recebeu para chegar neste prato. E olha que foi longo.  

>> Leia também: Tucupi – Comida Típica do Pará

>> E o delicioso Arroz Paraense

E é neste único ingrediente que digo que um prato não pode ser comparado com o outro, o sabor e a textura que a maniva traz para a Maniçoba muda completamente o prato, completamente. 

Agora uma pergunta muito difícil, qual a origem da Maniçoba? 

Foi difícil achar uma resposta confirmada para esta pergunta. 

Minha pesquisa trouxe a outra característica que faz do prato muito parecido com a feijoada: foi criado por escravos trazidos da África para serem explorados no norte do Brasil.

Eles trouxeram técnicas que já usavam por lá para criar essa receita surpreendente com um ingrediente usado em rituais indígenas: a maniva.

Então podemos considerar como um prato bem brasileiro pois foi criado a partir de uma miscigenação de culturas e está diretamente ligado à cultura paraense.   

Outro ponto importante para ser nomeada como Feijoada Paraense é porque os escravos fizeram a adaptação do feijão preto pela maniva pois na época o feijão era um grão considerado nobre, então era uma refeição exclusivo dos fazendeiros ricos. 

Saiba mais sobre essa história. O que faz desta iguaria tão especial? 

Além de ser uma comida típica do norte onde temos uma cultura gastronômica muito rica e independente, e da rica história da miscigenação de culturas em sua criação. 

O que torna a Maniçoba ainda mais especial é que a as folhas da mandioca são venenosas contendo ácido cianídrico, então em seu preparo a folha de mandioca é triturada e cozida por aproximadamente uma semana, só depois a maniva vai ser misturada com os outros ingredientes para virar este prato incrível. 

>> Já conhece o Jambu? A erva que faz a boca adormecer.

>> No Pará também vale a pena experimentar o Açaí com Peixe Frito 😉

Curiosidade

Além de dar nome ao prato, a Maniçoba é o nome da própria planta com arbusto que origina o ingrediente principal da iguaria.

É uma planta nativa da caatinga e encontrada no semiárido nordestino e em algumas partes do centro oeste. 

O que eu achei da Maniçoba? 

Sendo muito sincero, eu achei incrível, não por ser gostoso na primeira vez que se come, mas porque têm uma textura diferente e é possível sentir o cheiro e o gosto de planta, vale muito a pena experimentar.

>> Conheça os 6 pratos típicos regionais imperdíveis no Pará

Já experimentou? Me diz o que achou! 

Quem encontrar Maniçoba em São Paulo? No Quintal Paraense você encontra 🙂

Você também pode gostar de ler:

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!

Deixe uma resposta