Como É Punta del Diablo - Litoral do Uruguai
maio 20, 2020 Por Schmiegelow 0

Como é Punta del Diablo – litoral do Uruguai

Como é Punta del Diablo, essa charmosa cidade do litoral Uruguaio

Fiquei pouco tempo na cidade em minha viagem de moto pela América do Sul, o suficiente para falar como é Punta del Diablo, um vilarejo de pescadores que recebe gente do mundo todo na alta temporada.

A receptividade uruguaia

Já tinham me falado da receptividade dos uruguaios e logo nessa primeira experiência pude viver um pouco disso.

Cheguei com um pequeno perrengue: sem sinal nenhum no celular. 

Sem imaginar isso eu não tinha salvado a rota até o hostel que reservei alguns dias antes, o jeito foi ir perguntando na rua e nas casas pelo caminho. 

Fui sempre muito bem acolhido mesmo arranhando o espanhol. 

Estava procurando um café que tinha visto algumas placas na direção indicada na primeira vez que perguntei sobre o hostel, quando o encontrei estava fechado. 

Ali parado na frente do café olhei para o lado e tinha uma família fazendo parrilla em uma casa sem portão nem muro, então perguntei para eles mesmo, fui meio tímido mas logo me convidaram para entrar, envolveram a família toda e me indicaram o caminho.

Consegui chegar no Charrua Hostel, um hostel de container meio bagunçado que fica a uns 2 km do centro, o melhor custo benefício que encontrei.

Encontrando pessoas de São Paulo

Minha prima Renata também estava em Punta del Diablo com duas amigas para passar o ano novo.

Reencontrando a prima Renata em Punta del Diablo
Reencontrando a prima Renata em Punta del Diablo

Deixei minhas coisas no hostel e fui encontrá-las.

Estavam em uma bela cabana em cima de uma montanha perto da praia.

Cabanas – Como é Punta del Diablo

Cabana são as casas de lá, pequenas, normalmente de um andar, com cara de simples e telhado de um tipo de palha.

As Cabanas de Punta del Diablo - Litoral do Uruguai
As Cabanas de Punta del Diablo – Litoral do Uruguai

Como é a cidade

Lá da casa que estavam dava para ver um trecho da praia e o centro.

A cidade é cheia dessas cabanas, então tem um ar de vilarejo com algumas ruas ainda de terra.

Como é Punta del Diablo, litoral do Uruguai
Como é Punta del Diablo, litoral do Uruguai

Não é tão pequena, parece estar se expandindo bastante para os lados, inclusive onde fiquei não era perto do centro e pelo caminho todo tinha algumas casas e hotéis que pareciam todos novos, mostrando crescimento da região.

Como é Punta del Diablo – o centro

O centrinho é bem estilo praiano com alguns bares e restaurantes com área externa oferecendo frutos do mar, algumas pizzarias, uma sorveteria ou outra e alguns lugares que vendem artesanatos.

O público era variado com bastante família dividindo espaço com jovens de 20 e poucos anos. 

>> Leia também: Bariloche no verão

O centrinho é bem perto da praia, o acesso fica a menos de 300 metros da entrada da rua central dos comércios.

Onde comer em Punta del Diablo

Eu estava sem dinheiro Uruguaio impresso e por lá estava difícil lugares que passavam cartão.

As meninas devem ter ficado bravas pois deixamos de ir em dois restaurantes por causa disso.

Fomos parar no terceiro chamado Lo de Olga.

Mix de Frutos do Mar em Punta del Diablo
Mix de Frutos do Mar em Punta del Diablo

Pedimos um mix de frutos do mar com camarão, Lula, essas frituras.

Mas também veio o delicioso Bolinho de Algas – saiba mais sobre essa iguaria, para mim é tipo um bolinho de arroz mas com algas frescas ao invés de arroz. Muito bom.

No blog Seu Mochilão você encontra mais informações sobre a vida noturna e curiosidade como, por que este nome, Punta del Diablo 

Para finalizar, a Playa de Rivero em Punta del Diablo

acabei passando apenas um dia completo em Punta del Diablo então só consegui ver a Playa de la Viuda e Playa dos Pescadores por cima. 

Playa de Rivero, Punta del Diablo, Uruguai
Playa de Rivero, Punta del Diablo, Uruguai

Fui com minha prima e as meninas para a Playa del Rivero, onde passamos o dia tomando uma cerveja do isopor recém comprado por elas.

É uma bela praia bem extensa com algumas dunas em algumas partes separando a cidade. A areia é alaranjada e o azul da água é escuro dando um belo contraste. Consegui entrar no mar que estava gelado mas não tanto, depois o vento me ajudou a secar rápido para voltar a esquentar no sol que é bem forte por lá.

Punta del Diablo

Gostei muito da cidade e voltaria para aproveitar melhor já que fiquei apenas um dia completo, duas noites, nem consegui aproveitar a vida noturna, só tomamos um drink em um bar perto da casa delas. 

É uma cidade que tem muito charme por ser um pouco rústica ao mesmo tempo que tem estrutura e recebe bastante turista, inclusive muitos brasileiros pela proximidade com o sul do Brasil. 

Vale a pena conhecer. 

Ah e fica uma dica que descobri depois, a vida noturna no Uruguai começa tarde, lá pelas 2h da manhã, se prepare para não achar que são desanimados por lá.

>> Experiências, dicas de viagem, perrengues, lugares e gastronomia, acompanhe todas as publicações do blog pelo Facebook

>> Veja também: Como foi minha volta do Chile em plena pandemia COVID-19

Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches
Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches

Sou Rodrigo Schmiegelow (Schmi), publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América (acompanhe no Instagram) para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos.